Policiais Civis são homenageados durante sessão especial na Assembleia Legislativa de Goiás

372

Marcos Martins Machado discursando durante a sessão especial dedicado aos Policiais Civis

Os Policiais Civis goianos foram homenageados hoje pela manhã (10.05), na Assembleia Legislativa de Goiás, durante sessão especial alusiva ao dia dedicado à categoria, comemorado ontem, quinta-feira, 9 de maio. A sessão foi proposta pelo Deputado Estadual Marcos Martins Machado, que é oriundo da classe, ocupante do cargo de Delegado de Polícia. Um grande número de policiais, entre Delegados, Agentes e Escrivães, marcou presença no plenário daquela Casa Legislativa. Ao final da sessão, Marcos Martins ofereceu um coquetel aos presentes.

A sessão especial, presidida pelo Deputado Ademir Menezes – o Deputado Daniel Vilela também esteve presente -, foi prestigiada por várias autoridades, Entre os presentes estavam representantes dos Senadores Wilder Morais e Cyro Miranda, da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros e do Governador Marconi Perillo. O Deputado Federal João Campos, que é também Delegado de Polícia, fez questão de prestigiar o evento, que contou ainda com as presenças de lideranças representativas da entidades de classes dos Delegados, Agentes e Escrivães, Peritos Criminais e Papiloscopistas.

Marcos Martins posa para fotos ao lado de Delegados, Peritos e Papiloscopistas após a sessão
Delegado Geral, João Carlos Gorski, falou da importância da homenagem para os Polciais Civis

Em seu discurso, Marcos Martins enalteceu o trabalho da Polícia Civil e disse que se sentia à vontade pelo fato de pertencer aos quadros da Polícia Civil. “Me senti duplamente em casa. Primeiro, por  estar recebendo  os Policiais Civis na minha nova casa, a Assembleia Legislativa, onde cheguei há exatamente um mês e assumi como Deputado Estadual. Depois, por estar homenageando pessoas que pertencem a uma categoria que é a minha origem profissional.”, assinalou Marcos Martins, observando que se sentia honrado e feliz por ser o autor da proposta que homenageou os Policiais Civis.

O Delegado Geral da Polícia Civil, João Carlos Gorski, fez um discurso falando da importância da homenagem que os Policiais Civis recebiam naquele momento. Falou dos avanços da Polícia Civil na solução dos crimes que ocorrem em Goiás e fez questão de mencionar em sua fala  o acidente aéreo que vitimou cinco Delegados de Polícia e dois Peritos criminais, no dia 8  de maio do ano passado. João Carlos Gorski fez um agradecimento especial ao deputado Marcos Martins pela homenagem que oferecia aos Policiais Civis pelo Dia 9 de maio.    

O discurso do Delegado Geral da Polícia Civil:                                     

              Senhoras e Senhores,

Em primeiro plano, os Deputados Marcos Martins e Daniel Vilela e o Deputado Federal João Campos

A Polícia Civil de Goiás está de volta a esta Casa de Leis para nossa satisfação e alegria. Aqui recebemos, em oportunidades anteriores várias, homenagens. Muitos de nossos pares, Delegados, Agentes e Escrivães, guardam, orgulhosos, honrosas e importantes medalhas que receberam neste plenário.

A instituição Policial Civil viveu aqui bons e gratificantes momentos, reconhecida pelo seu trabalho em prol da segurança pública.

Já experimentamos o gosto de sessões especiais como esta que nos é oferecida nesta manhã por iniciativa do nosso amigo Delegado de Polícia e hoje Deputado, Marcos Martins Machado.

Ao Deputado Marcos Martins, nosso parceiro na lida policial, faço questão de registrar o mais profundo sentimento de alegria pela homenagem que nos presta pelo Dia do Policial Civil, com o respaldo de todos os parlamentares que aqui chegaram para representar o povo goiano.

Hoje, voltamos a esta Casa para viver mais um momento emblemático para a nossa história. Somos cobrados o tempo todo pela sociedade e temos que nos desdobrar a cada minuto para responder aos anseios sociais.

Apesar de todas as dificuldades, conseguimos, graças ao esforço e dedicação de cada policial, dizer à bandidagem que o crime não compensa.

As respostas estão nos números positivos que apresentamos nas soluções de crimes. Muitos, pelo fato de não alcançarem o sentimento do clamor público, sequer chegam ao conhecimento da sociedade. Contudo, estão lá no rol dos crimes solucionados.

Plenário ficou lotado durante a sessão especial comemorativa ao Dia do Policial Civil

Durante toda a semana os Policiais Civis foram lembrados pelo seu dia. Nas homenagens ficaram presentes no sentimento de cada um a ausência de amigos que partiram desta vida servindo a Instituição.

Na última quarta-feira, dia  8, por exemplo, não tivemos como não lembrar do trágico acidente com o helicóptero da Polícia Civil, no município de Piranhas.

Foi o dia em que completou um ano que perdemos os amigos Antônio Gonçalves, Jorge Moreira, Oswalmir Carrasco, Vinícius Batista e Bruno Carneiro, além dos peritos Marcel de Paula e Fabiano de Paula.

O sentimento era de que estávamos vivendo naquele dia a notícia do trágico acidente, de tão presente que está em nossas vidas.

Para apagar um pouco da dor que sentimos, essa sessão especial nos permite respirar um pouco e entender que a vida segue, mesmo que o vazio não se preencha nunca.

Ser Policial Civil é ser gentil e solidário ao lado dos frágeis; forte e incisivo frente os poderosos; limpo e imaculado em meio à imundice e imoralidade que por ventura se apresentem; presente e nunca omisso apesar de toda e qualquer limitação.

A investidura no cargo não nos transforma em Policiais Civis, só nossas atitudes têm este poder.

Muito obrigado a todos.

João Carlos Gorski