Preso em Jataí homem que matou chefe imediato após demissão

456

leidivalvo antônioO Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Jataí cumpriu, no dia 19 de outubro, mandado de prisão preventiva em desfavor de Leidivaldo Antonio da Silva, de 34 anos, por envolvimento no homicídio de André Luis Flaminio, morto com quatro disparos de arma de fogo no dia 4 de setembro de 2017.

Leidivaldo ainda foi autuado em flagrante por posse ilegal de munição, já que os policiais, em cumprimento de um mandado de busca em sua residência, localizaram 20 munições calibre 38, do mesmo tipo de munição usada para a prática do homicídio.

De acordo com as investigações, Leidivaldo foi demitido por justa causa da empresa Raizen, em fevereiro deste ano, por estar batendo cartão de ponto em dias não trabalhados, o que foi descoberto pela vítima André, que era encarregada do setor à época. André, então, levou o fato ao conhecimento da direção da empresa, motivando a demissão.

O fato teve grande repercussão , justamente porque a vítima era uma pessoa querida e não havia notícias de qualquer fato que desabonasse a sua conduta e vida social.