Preso suspeito de matar costureira durante tentativa de assalto

453

repressionUm jovem de 19 anos foi preso durante a Operação Repression, que visa coibir crimes de roubos a residência, suspeito de matar a costureira Ezita Barbosa da Cunha, de 62, em uma tentativa de assalto no Setor Gentil Meireles, em Goiânia. Segundo a Polícia Civil, Katson Márcio Barbosa de Souza (na foto, de camiseta branca) abordou a vítima quando ela chegava de carro em casa. Após atirar na mulher, ele, que nega o disparo, roubou o carro de um vizinho e fugiu com o comparsa, um menor de 17 anos que ainda não foi apreendido.

O crime ocorreu no dia 27 de agosto do ano passado. De acordo com o delegado Francisco Lipari, responsável pelo caso, a ideia era roubar o veículo de Ezita. “Eles a abordaram e entraram para dentro da casa. Houve uma reação inesperada da vítima, alguma negativa de entregar o pertence. Foi quando ela foi baleada na cabeça”, contou.

Conforme o delegado, Katson já tinha passagem por roubo e porte ilegal de armas. Ele foi detido no início deste ano na casa onde mora, no Setor Recanto do Bosque. A prisão ocorreu em virtude de um roubo a residência que tinha praticado cinco dias antes da morte de Ezita. “No curso das investigações, já havia elementos para apontar a participação dele na morte da Ezita. Por isso, ele será indiciado por latrocínio, que é o roubo seguido de morte. Se condenado, pode pegar até 30 anos de prisão”, destaca Lipari.

Durante a operação, também foi preso Rodrigo de Sousa Pires, de 41 anos, indiciado por roubo à residência ocorrido no dia 5 de setembro do ano passado, no Setor Goiânia 2. Nessa ocasião, Rodrigo, que é taxista, prestou auxílio a outros dois indivíduos, conduzindo-os até à casa que foi roubada, e prestando auxílio na fuga dos mesmos com os objetos subtraídos.