Preso mais dois suspeitos de envolvimento em morte de criança em Formosa

565
vytautas
Douglas e Fernando Martins

A Polícia Civil de Formosa prendeu, na madrugada desta quarta-feira (28), mais dois suspeitos de participarem do tiroteio que vitimou a menina Echiley Vitória Lopes de Jesus, de apenas oito anos de idade, nesta terça-feira, no bairro Parque da Colina, em Formosa. O irmão de Echiley, Wender Cauan Lopes de Souza, de 12 anos, também foi atingido por disparos de arma de fogo, mas sobreviveu.

Ainda no dia do crime, agentes do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Formosa prenderam, com o apoio da Polícia Militar, Jailton Alves dos Santos, de 22 anos, por participação no crime. Na madrugada desta quarta-feira, foram presos outros dois envolvidos, Fernando Martins Alves, e o sobrinho dele, Douglas Martins Alves. Eles foram encontrados na casa do irmão de Fernando, em Planaltina de Goiás.

De acordo com as investigações, os disparos que atingiram as crianças, que seguiam para a escola, haviam partido de dois carros, um VW Gol prata, dirigido por Jailton, e uma camionete Mitsubishi L200, em que estavam Fernando e Douglas. Os ocupantes dos dois veículos teriam se desentendido minutos antes de se encontrarem em um posto de combustíveis, onde a briga continuou.

Segundo o delegado Vytautas Zumas, responsável pelas investigações, nas imagens do circuito de segurança do posto de gasolina, é possível perceber que Jailton estava acompanhado da esposa no momento da discussão. Em seguida, ele teria deixado a mulher na casa de um conhecido, menor de idade, que seguiu com ele no encalço dos desafetos. “Possivelmente, foi neste momento que ele pegou a arma”, aponta o delegado. O menor foi identificado, mas continua foragido.

jailton
Jailton foi preso no dia do crime

Ainda segundo as investigações, em determinado momento, os dois veículos se cruzaram novamente. Na ocasião, as duas crianças atingidas ficaram entre os autores. O irmão mais velho das vítimas, de 16 anos, acompanhava as crianças, mas não chegou a ser atingido. Segundo Zumas, Jailton saiu em disparada após a troca de tiros, e abandonou o carro numa estrada vicinal. Minutos depois, a PM conseguiu abordar a esposa dele, que seguia em outro veículo para dar apoio ao marido, achado em seguida.

Durante toda a tarde, a Polícia Civil se empenhou em encontrar Fernando e Douglas. “Os agentes do GIH descobriram que Fernando tinha um irmão em Planaltina e seguiram para o endereço. Esse irmão foi preso em setembro por porte de arma”, conta o delegado. Ao chegaram ao local, Fernando tentou fugir pulando muros vizinhos, mas foi capturado. Douglas foi detido no interior da residência. A dupla apontou o local em que deixaram a camionete e a arma.

De acordo com Vytautas, a camionete foi localizada na casa de Fernando e a arma, num lote baldio, em frente ao lava-a-jato de Douglas. Segundo o delegado, informações iniciais da perícia apontaram que as vítimas foram atingidas pelas costas. “Pela dinâmica do crime, os tiros que mataram Echiley parecem ter saído da L200, porque ela estava de costas pra camionete. Mas é cedo ainda para afirmar”, esclarece. Vytautas já pediu ao Judiciário a conversão da prisão em flagrante em preventiva.