Professor aplica golpe em alunos com promessa de excursão para realizar prova em Ituiutaba

259

A Polícia Civil prendeu na segunda-feira (25) um professor de química suspeito de aplicar golpes em 48 estudantes que se preparavam para fazer um exame que dá direito ao diploma do ensino médio. A detenção ocorreu no Setor Sul, em Goiânia. Segundo a polícia, ele estava pronto para fugir e, dentro do carro dele, foram encontradas cópias dos documentos das supostas vítimas do golpe

“Havia cópias das carteiras de identidade e CPF. Ele foi conduzido para a Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor (Decon), onde foi autuado em flagrante por crime de estelionato”, disse o delegado Valdemir Pereira, Adjunto da Decon.

De acordo com uma aluna, que pediu para não ser identificada, o professor disse aos estudantes que faria as inscrições deles em Ituiutaba (MG), onde supostamente o exame é mais fácil, e que levaria todos em excursão. Para isto, ele cobrou de R$ 150 a R$ 300. No dia da prova, ele deu uma desculpa e sumiu.

Delegado Valdemir Pereira: Decon

Segundo a aluna, na época, o professor alegou que a prova, que estava marcada para o último final de semana, havia sido adiada para a semana seguinte. “A gente não foi. Fomos enganados”, conta

Os alunos descobriram que tudo era um golpe quando ficaram sabendo que a prova no interior de Minas Gerais realmente aconteceu. Os estudantes lesados prestaram queixa na Delegacia do Consumidor. Testemunhas, vítimas e o suspeito foram ouvidos ontem, terça-feira (26).

A diretora da escola não quis gravar entrevista, mas disse que o professor é prestador de serviço na escola há dois anos e que em nenhum momento a diretoria autorizou a negociação que ele fez com os alunos. Ela também se comprometeu a ressarcir os estudantes que foram vítimas do golpe.

Fonte: Texto G1/GO
Foto: Google (Ilustração)