Quadrilha especializada em roubos de cargas é presa por Policiais Civis do GEPATRI

821
Divino Moraes de Oiveira, o Caveirinha: Chefe da quadrilha

Três integrantes de uma quadrilha especializada em roubos de cargas foram presos por ontem à noite (111.02), por volta das 20 horas, por Policial Civis do recém criado  Grupo Especial de  Repressão a Crimes Contra o Patrimônio (GEPATRI), da 6ª Delegacia Regional de Polícia (DRP), de Itumbiara. As prisões foram feitas na BR-452, no trecho entre Itumbiara de Jataí. A ação da quadrilha vinha aterrorizando os caminhoneiros que trafegavam pela região.

Foram presos o caminhoneiro Divino Moraes de Oliveira, conhecido por Caveirinha, 31 anos, o tratorista Wallan Mendes da Costa, de 23 anos, e o mecânico Dhieferson Conde Tosta, 21 anos, todos moradores de Itumbiara, base da  quadrilha. Dhieferson tem passagem por porte de arma em Itumbiara, Wallan é primário e Divino, com passagens policiais em São  Paulo, pelos crimes de roubo, formação de quadrilha e receptação, era o chefe da quadrilha, que sempre teve atuação voltada para o roubo de caminhões e máquinas agrícolas.

Divino e Wallan abordaram o motorista da carreta, carregada de soja, ontem à tarde, na BR-452, entre Jataí e Rio Verde. Eles aproveitaram uma parada que o caminhoneiro fez na rodovia para urinar. Consumado o roubo, o veículo usado para a abordagem, uma Toyota Hilux, passou a servir de batedor. A caminhoneta, dirigida por Dhieferson Conde, levou o caminhão, pertencente à uma transportadora de Campo  Grande, no Mato Grosso do Sul, em direção a Itumbiara.

Wallan Mendes da Costa: Preso com Caveirinha

Segundo o Delegado Rogério Moreira da Silva, Coordenador do GEPATRI, a quadrilha, que conta com mais membros além dos três presos, estava sendo investigada pelos Policiais Civis.  Lembrou o Rogério Moreira que a BR-452 estava sendo palco de seguidos roubos de cargas e de caminhões. Diante disso e tendo em vista que  informações seguras davam conta de que a quadrilha estava na rodovia e poderia fazer assaltos naquela tarde, os policiais se dividiram em duas equipes e organizaram a ação.

Ao perceberam a aproximação do caminhão e da Hilux como sua batedora, fizeram a abordagem e prenderam os assaltantes Divino e Wallan na cabine do caminhão, quando o veículo roubado se preparava para deixar a BR-452 para pegar a BR 153 para ir em direção a Minas Gerais. Dhieferson Conde conseguiu escapar ao cerco no primeiro momento.  Com os marginais foi apreendido um Jammer, aparelho eletrônico que interfere em sinais de comunicação, como GPS, celulares e rastreadores, e muito usado pelas quadrilhas de furto e roubo de veículos para inibir o sinal de rastreadores e impedir o bloqueio e localização do bem furtado ou roubado.

Dhieferson Conde Tosta: Dirigia a Toyota Hillux
Caminhão roubado pela quadrilha

Posteriormente à prisão de Divino e Wallan, os policiais conseguiram surpreender Dhiefersonescondido em sua casa. Com ele, foi encontrada a chave da Hillux utilizada como batedora e outro  Jammer em tamanho menor do que o apreendido mais cedo. O veículo estava escondido em um estacionamento 24 horas, onde foi apreendido. A vítima, encontrada por volta das 23 horas, relatou aos policiais que veio durante todo o tempo dentro da camionete Hillux, onde foi colocada após ter sido abordada. Disse  ainda que, após a perseguição, a camionete Hillux fugiu rumo a Minas Gerais MG e o abandonou na cidade de Centralina, de onde pegou carona para Itumbiara e compareceu na sede do GEPATRI, local em que reconheceu os marginais.

Toyota Hillux apreendida pela Polícia Civil

O trio foi autuado em flagrante no GEPATRI, em Itumbiara, pelos crimes de roubo qualificado  e formação de quadrilha. Afirmou o Delegado Rogério Moreira que as investigações prosseguem no sentido de identificar mais membros da quadrilha, uma vez que ao menos mais um elemento participou da abordagem do caminhão e sequestro do motorista.

Texto: Delegado de Policia Norton Luiz Ferreira – Assessor de Comunicação da Polícia Civil
Fotos: Polícia Civil / GEPATRI