Roubos de carros: Mulher é presa uma década após crimes. Família desconhecia passado

473
iana
Iana Alves Ferreira,

A Divisão de Capturas da Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (DENARC), através dos agentes Venerado Júnior e Luciano Siqueira, coordenados pelo delegado Alécio Moreira de Sousa Júnior, cumpriu os mandados de prisão, expedidos em desfavor de Iana Alves Ferreira, de 31 anos. A mulher foi presa no dia 26 de maio de 2015, no Residencial Itaipú, em Goiânia.

A prisão se deu devido dois mandados de prisão, decorrentes de processos da 7ª Vara Criminal de Goiânia e da 2ª Vara Criminal de Aparecida de Goiânia, ambos por prática de crime de roubo e formação de quadrilha (artigos 157 e 288 do CPB), crimes ocorridos no ano de 2002.

De acordo com as investigações, Iana pertencia a um bando armado que praticava crimes de roubo de veículos automotores na capital e região metropolitana, no princípio dos anos 2000. Contudo, com a prisão de parte do bando, ela fugiu para o interior do estado, com a intenção de deixar a vida criminosa.

Depois de algum tempo, Iana retornou para a capital e fixou residência no Residencial Itaipú, onde se casou e teve dois filhos. Convertida à religião evangélica e tida como mulher exemplar por vizinhos e familiares, Iana nunca havia comentado com o marido sobre o passado sombrio. Por isso, ela ficou em estado de choque no momento da prisão e não sabia para quem avisar sobre o ocorrido. Os policiais, no entanto, ligaram para seu esposo, que ficou chocado com a situação.

A prisão foi comunicada ao juízo da 7ª Vara Criminal de Goiânia e ao juízo da 2ª Vara Criminal de Aparecida de Goiânia. A presa foi encaminhada para a carceragem do 14º CIOPS onde permanece a disposição do Poder Judiciário.

Texto: Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
Foto: Polícia Civil