Mesquita diz que cálculo de investimentos mudou e contesta queda de investimentos na SSP

409
Secretário Joaquim Mesquita: Titular da SSPJ

Secretário Joaquim Mesquita afirma que nova
metodologia passou a excluir a folha de pagamento
da
planilha de gastos com policiamento

 

O secretário de Segurança Pública do Estado, Joaquim Mesquita, contestou ontem (19.11) a informação de que houve queda nos investimentos da área de policiamento entre os anos 2007 e 2011, conforme dados do Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, divulgados ontem pelo POPULAR. Segundo Mesquita, houve mudança na metodologia do cálculo a partir de 2008, quando foram excluídos da planilha os gastos com folha de pagamento. Nota divulgada ontem pela Secretaria informa que a partir de 2008 a pasta passou a informar na rubrica “Policiamento” valores que não incluem a folha de pessoal.

A informação sobre a alteração não consta dos relatórios do Anuário, que é produzido pelo Fórum Brasileiro de Segurança – organização não-governamental (ONG) composta por especialistas em segurança de universidades, da polícia e da sociedade civil – a partir de dados do Ministério da Justiça e das secretarias de Segurança Pública.

De acordo com o titular da Secretaria de Segurança Pública e Justiça do Estado de Goiás (SSPJ-GO), os investimentos na área de policiamento passaram de R$ 56.414.917,79, em 2007, para R$ 103.773.098, em 2011, o que representa um aumento de 83,95% no período.

O Anuário, por sua vez, aponta redução de R$ 512.779.292,42 para R$ 103.773.098,29, se comparado o período entre 2007 e 2011, o que representaria uma queda de 79,76%. O secretário ressalta, porém, que, até 2007, as despesas para policiamento foram divulgadas com valores bem mais altos porque também incluíram os gastos da folha de pagamento, que, sozinha, somou R$ 456.364.772,53, naquele ano, enquanto as depesas para policiamento (excetuando a folha) foram de apenas R$ 56.414.917, 79.

Segundo informações divulgadas pelo secretário, os gastos com policiamento em 2008 saltaram para R$ 73.539.655,47. Já em 2009, o valor foi de R$ 119.951.992,92. Em 2010, contudo, ainda conforme dados da SSPJ, os investimentos no setor de policiamento sofreram um corte superior a R$ 18 milhões, se comparado com o total do ano anterior. Caíram de R$ 119.951.992,92, em 2009, para R$ 101.836.416,84, em 2010.

Já em 2011, o policiamento teve aumento de R$ 1,9 milhão. Se confirmada a previsão de gasto para 2012 (R$117.611.760,00), deve haver um aumento de 13,34%, em relação ao ano passado. Joaquim Mesquita também afirma que a SSPJ está com uma série de investimentos e projetos que chegam a R$ 2.272.648,00. Esse total deve ser investido, até o próximo ano, na aquisição de equipamentos de inteligência. Os investimentos até 2013 incluem, ainda, o término da reforma do IML de Goiânia, o incremento na frota das polícias, início das obras de quatro novos presídios, conclusão de concurso para PM e Polícia Civil e modernização do setor de estatísticas criminais da SSPJ, entre outros.

Fonte: O Popular
Foto: Cristina Cabral