Segplan assina contrato para realização de concurso da Polícia Civil

672

concursoA Secretaria de Gestão e Planejamento de Goiás (Segplan) assinou no início da noite desta quarta-feira (27) o contrato com o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) para realização do concurso público da Polícia Civil. O certame ofertará 280 vagas para agentes substitutos e 220 para escrivães substitutos.

Os últimos detalhes do contrato e do edital foram acertados durante reunião realizada na sala de videoconferência da Segplan, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia. A instituição foi representada pelo diretor de Negócios Ricardo Bastos Cunha.

A Segplan enviará agora o edital para publicação no Diário Oficial do Estado, que deverá circular nos próximos dias. Com essa etapa, será possível divulgar o novo cronograma completo do certame, que teve de ser modificado devido a ajustes realizados no contrato com o Cebraspe.

Além desse certame, o Governo de Goiás prepara também seleções para 36 delegados da Polícia Civil, 2.420 soldados e 80 oficiais para a Polícia Militar, 250 soldados para o Corpo de Bombeiros e 15 servidores para a Superintendência de Defesa do Consumidor (Procon).

De acordo com o secretário de Gestão e Planejamento Joaquim Mesquita, a realização desses concursos é resultado do esforço fiscal que o Governo de Goiás colocou em prática desde 2014 e, em especial, em 2015. “Mesmo com a enorme crise econômica que atinge todo o País, Goiás tem conseguido não só realizar novos concursos como nomear aprovados em pleitos anteriores”, diz.

O secretário cita como exemplo a nomeação recente de aprovados nos concursos da Universidade Estadual de Goiás e a homologação do resultado da seleção para papiloscopistas da Polícia Civil – que também deve ser publicado Diário Oficial do Estado nos próximos dias.

Além do concurso para o provimento das 500 vagas de agentes e escrivães, a Polícia Civil terá, também, outro concurso para selecionar 36 profissionais para o cargo de delegado. Na Polícia Militar o efetivo será ampliado para 2.500 servidores, sendo 2.420 policiais e 80 oficiais. Estão previstos, ainda, concurso para o Corpo de Bombeiros Militar, para 250 novos soldados e para a Superintendência de Defesa do Consumidor (Procon), que deverá ser de 15 vagas.