Superintendente de Inteligência fala sobre trabalho na 8ª DRP e nova função

582
Danilo Fabiano (foto: faculdadefar.edu.br).
Danilo Fabiano (foto: faculdadefar.edu.br).

Após dez anos atuando em Rio Verde (seis deles como titular da DRP), o delegado Danilo Fabiano Carvalho e Oliveira assumiu na última semana a Superintendência de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária. Ele ocupou a vaga deixada pelo delegado Marcelo Aires de Medeiros, atualmente delegado-geral adjunto da PCGO.

No período em que passou na 8ª Delegacia Regional, Danilo esteve à frente de várias conquistas. Em setembro de 2010 a centralização das unidades da Polícia Civil em um local com estrutura adequada permitiu a otimização dos trabalhos e mais qualidade no atendimento à comunidade rio-verdense: “Antes nós ficávamos em casas improvisadas, com uma estrutura precária. Depois, conseguimos um ambiente que nos possibilitou uma melhora considerável na prestação dos serviços”.

Também durante sua gestão, a Polícia Civil de Rio Verde colaborou para uma redução surpreendente nos índices de homicídios no município: “Em 2012 nós tivemos 125 casos na cidade. Essa cifra caiu ano a ano para 83 casos em 2013; depois 79 casos em 2014 e 67 casos em 2015”, destacou. Além disso, todos os latrocínios registrados no município nos últimos cinco anos foram rapidamente solucionados.

Danilo Fabiano ainda destacou a criação de grupos especiais de investigação nos últimos anos, o que permitiu rapidez na elucidação de crimes patrimoniais e apreensões significativas de drogas. Hoje, a 8ª DRP conta com GIH, Genarc e Gepatri: “Entre as ações de destaque, nós conseguimos a maior apreensão de maconha já registrada no interior do Estado. Foram cerca de cinco toneladas em uma operação em julho de 2013”, contou.

Nova função:

O delegado comentou ainda os desafios que o esperam na função de superintendente de Inteligência da SSPAP. “É uma responsabilidade muito grande dar continuidade a este trabalho que vinha sendo desenvolvido com excelência pelo doutor Marcelo Aires, mas me sinto preparado e sei que a experiência que acumulei no interior vai me ajudar nessa nova etapa”.

Danilo Fabiano Carvalho e Oliveira é natural de Ituiutaba (MG) e está na Polícia Civil de Goiás desde 2004. Foi delegado em Paranaiguara e Rio Verde. É especialista em Direito Penal e mestrando em ciências ambientais. É também professor das disciplinas de organização criminosa e lavagem de dinheiro na Escola Superior da Polícia Civil.