Suspeito de integrar grupo de extermínio, grande traficante de Goiás é preso no Piauí

1012
jacaré
Wenderson Soares de Andrade

Policiais do Grupo de Repreensão ao Crime Organizado (Greco) prenderam um foragido da Justiça de Goiás em Teresina (PI). Suspeito de homicídio, ele foi detido na tarde desta terça-feira (2) na avenida Centenário, bairro Aeroporto, zona Norte.

Wenderson Soares de Andrade, 24 anos, foi preso com ajuda do batalhão Rondas Ostensivas de Natureza Especial (Rone) e levado para a sede do Greco, na zona Sul da capital. Com ele, foram achados uma pistola ponto 40, dinheiro em espécie ainda não contabilizado e uma pequena quantia de maconha.

O delegado Menandro Pedro, presidente do Greco, informou ao Cidadeverde.com que entrou em contato com um delegado de Goiás, que afirmou que Wenderson é um foragido de alta periculosidade, acusado de vários crimes e com possível envolvimento com grupos de extermínio. Natural de Formosa (GO), ele estaria morando no Piauí há dois anos.

A operação do serviço de inteligência da Polícia Civil do Piauí em conjunto com a Polícia de Goiás resultou na prisão.

O foragido estava com duas mulheres menores de idade no momento da prisão. Ele estaria levando as duas para a escola no momento da abordagem. Ambas também foram levadas para depor no Greco. Já foi enviado para a polícia do Piauí um mandado de 2012 referente a um roubo, mas a polícia de Goiás deve encaminhar outros mandados.

Polícia goiana procura “Jacaré” desde 2012
Procurado desde 2012 pelo Grupo Especial de Repressão a Narcóticos da 11ª DRP de Formosa (GO) e preso na tarde desta terça-feira (2) em Teresina, Wenderson Soares de Andrade, mais conhecido como Jacaré, é acusado pela polícia de Goiás de comandar a guerra do tráfico na região.

“Jacaré é investigado por tráfico de drogas e também como autor e mandante de diversos homicídios em Formosa e no Distrito Federal. Sua fama rompeu as barreiras do Estado de Goiás e era tido como inalcançável, mas após investigações e com o apoio insubstituível da Polícia Civil do Piauí, tivemos êxito na prisão”, afirmou o delegado Vytautas Zumas, de Formosa.

Segundo o delegado, Jacaré chefiou um grupo responsável por diversos homicídios nas ruas das cidade. “Ele era o chefe de um grupo que travou batalhas sangrentas em avenidas da cidade, uma vez atirou dezenas de vezes em um desafeto, um muro chegou a ficar cravado com mais de trinta disparos de arma de fogo”, contou.

Vytautas Zumas afirmou ainda que Jacaré provavelmente continuou comandando suas atividades aqui do Piauí. “Ele deve ter continuado movimentando seus negócios do Piauí e talvez até praticando crimes por ai também”, apontou o delegado.

A polícia de Formosa (GO) informou que existem dois mandados de prisão contra Wenderson Soares de Andrade, por tentativas de homicídio e outro por formação de quadrilha e roubo. O preso deverá ser transferido para cumprir pena no Distrito Federal.

Texto: Lucas Marreiros (especial para o Cidadeverde.com)