Suspeito de latrocínio contra empresário é preso em Valparaíso

380

hudsonPoliciais civis lotados no Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (Genarc) de Valparaíso prenderam em flagrante, no dia 13 de setembro, por receptação, Hudson Nonato Alves, suspeito do crime de latrocínio. Com ele, os agentes da Polícia Civil encontraram uma porção de crack, uma faca, quatro celulares produtos de roubo e uma bicicleta.

Hudson é suspeito de ter praticado crime de latrocínio contra o microempresário Antônio Francisco, morto a facadas na semana passada, às marges da BR-040. O idoso foi assaltado e morto quando voltava do trabalho, causando grande comoção na cidade. O crime teve semelhanças com vários outros roubos ocorridos na região (características do autor e arma utilizada).

Segundo o delegado regional Rodrigo Mendes, Hudson teria relatado o crime para dois homens, na noite de segunda-feira (12). A dupla que ouviu os relatos do suspeito, coincidentemente, foi presa na terça-feira (13), após ter sido flagrada traficando drogas em uma praça de Valparaíso.

De acordo com Mendes, o delegado responsável pelo caso, Rafael Abrão, deve representar nesta quarta-feira (14), pela prisão preventiva de Hudson, relativa ao crime de latrocínio, baseado nos depoimentos colhidos em delegacia. Algumas vítimas de roubo já reconheceram Hudson como autor de roubos, todos praticados com o emprego de uma faca. Hudson responde por crimes em Goiás e Distrito Federal, onde cumpria prisão domiciliar.