Suspeitos de homicídio por motivo banal são presos em Jaraguá

763

A Polícia Civil de Jaraguá prendeu, nesta quarta-feira (27), Guilherme Moraes Campos Passos e Diego Pereira Neres, suspeitos pelo homicídio de José Robson Rodrigues Leite.

O crime aconteceu no dia 30 de março, no setor Regina Parque, em Jaraguá. Os indivíduos efetuaram disparos de arma de fogo e dois dos disparos atingiram a vítima, sendo um na cabeça e o outro no abdômen. Os autores estavam furtando uma casa próxima da residência do sogro de José Robson e, então, ao notarem que foram observados, correram em direção a casa e efetuaram vários disparos de arma de fogo.

Eles ainda atiraram em direção à motocicleta da vítima que pegou fogo. Em seguida foram embora sem subtrair nada. José Robson, também conhecido carinhosamente por Zezé, não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. De acordo com testemunhas, ele era uma pessoa do bem e tinha acabado de sair da igreja quando foi assassinado.

Na fotografia anexa, os autores tiraram uma selfie no momento em que furtavam uma casa

A morte de José Robson abalou toda a cidade e, somado a outros crimes violentos, motivou uma audiência pública. As testemunhas oculares informaram que os autores do crime usavam capuz. Imediatamente a Polícia Civil começou a investigar o crime, embora a investigação fosse complexa, pois os autores usavam o acessório que dificultava a identificação.

Após inúmeras diligências, a Polícia Civil de Jaraguá finalizou o Inquérito Policial e conseguiu identificar e qualificar os autores do crime hediondo. Além do furto e do homicídio, a dupla é suspeita da prática de vários outros crimes cometidos na cidade. Os dois já estão presos e à disposição do Poder Judiciário.