Suspeitos de sequestrar gerente de supermercado são presos pela Polícia Civil de Goiás

462
deic3
Grupo foi apresentado pela Polícia Civil  na DEIC

Quatro homens foram presos por agentes do Grupo Tático da Polícia Civil, dois deles acusados de sequestrar em maio último o gerente de um supermercado na Vila Rizzo, em Goiânia, e render outros funcionários do estabelecimento para assalto. O grupo foi flagrado no momento em que se deslocava para a Colônia Agroindustrial do Regime Semiaberto, em Aparecida de Goiânia, local onde pretendia matar um preso, segundo o delegado Alex Vasconcelos, chefe do Grupo Antirroubo a Bancos da Delegacia Especial de Investigações Criminais (DEIC).

O sequestro aconteceu quando o gerente deixava o supermercado em seu veículo. Ele foi abordado por quatro homens armados, que renderam os demais funcionários e tentaram arrombar o cofre do estabelecimento, sem êxito. Os assaltantes desistiram de abrir o cofre, mas levaram diversos aparelhos celulares e um notebook. Logo após o roubo, foram presos Webert Bastos Rosa, suspeito de ser um dos autores do crime, sua companheira e sua sogra, que estavam com os aparelhos roubados.

Durante as investigações, a polícia identificou ainda Ricardo Cândido Rodrigues da Silva e Sillas de Souza Ferreira, o “Piu Piu”, que começaram a ser monitorados pelas equipes da Deic. Eles foram presos na manhã desta segunda-feira (6), junto com François do Couto de Miranda e Caio Cezar de Carvalho Avila, quando se dirigiam para a Colônia do Semiaberto.

O grupo estava com três armas de fogo, uma delas de uso exclusivo das formas armadas, e outras duas importadas da Turquia e Israel. Um dos presos, Sillas Ferreira, é foragido da Justiça e os demais cumprem pena no semiaberto. Eles foram autuados em flagrante pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e associação criminosa armada.

Texto e foto: O Popular