Trabalho da DEAM de Goianésia é destaque em jornal de grande circulação na região

506
poliana
Poliana Bergamo

O trabalho desenvolvido pela Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM) de Goianésia, no Vale do São Patrício, foi destaque no jornal Correio Goiano, de circulação expressiva na região. A publicação enaltece o trabalho da especializada, comandada pela delegada Poliana Bergamo. Leia, a seguir, o texto da página 10:

Mulheres dizem: Obrigada, doutora.

Mulheres de Goianésia e região encontram amparo no trabalho sério e dedicado da delegada Poliana Bergamo

Em pouco tempo, a Delegacia da Mulher em Goianésia já atendeu várias ocorrências e a delegada Poliana Bergamo tem trabalho amplamente aceito pela população da cidade e dos municípios vizinhos.

Em poucos meses instalada em Goianésia, a Delegacia da Mulher já registrou vários casos de violência contra a mulher, mas o trabalho foi muito além do registro da violência; Dra. Poliana Bergamo e sua equipe efetuaram a prisão de vários acusados.

Os últimos casos registrados despertaram a atenção da população. A prisão de um médico que teria cometido abusos a pacientes nas cidades de Barro Alto e Goianésia, enquanto fazia atendimento, mostrou a disposição para o trabalho que tem a titular da DEAM.

Outras prisões também colocaram a DEAM em evidência. Homens que agrediram suas esposas fisicamente ou ainda somente com palavras de baixo calão foram detidos e presos.

Um rapaz que manteve relações sexuais com uma garota e gravou um vídeo tentando extorquir dinheiro da moça, acabou preso com o trabalho da delegada da Mulher e de sua equipe que garantiram que o chantagista fosse detido, acusado de extorsão.

Outra prisão que chamou a atenção da população de Goianésia foi a do pai de um garoto de 11 anos. Segundo a delegada, vizinhos da casa onde vive a família do garoto de 11 anos afirmaram que constantemente o garoto era torturado pelo pai.

Todos esses casos e vários outros que diariamente são resolvidos pela Delegacia da Mulher colocam em evidência os trabalhos da titular da DP, Poliana Bergamo, que além de conquistar a confiança das mulheres
têm se tornado um ponto de apoio do sexo feminino que nunca existiu em Goianésia.

Longe de vaidades pessoais, a delegada faz questão de ressaltar que o bom trabalho é fruto do empenho de cada agente e de todo o apoio que tem recebido dos demais delegados da Polícia Civil, inclusive de Marco Antônio Maia.

“Temos a grata satisfação de contar com agentes que realmente vestem a camisa. Contamos ainda com o apoio de toda a Polícia Civil e Polícia Militar. Somos uma equipe que trabalha para dar voz e garantir os direitos do sexo feminino em Goianésia e região”, garante Poliana Bergamo.

Texto: Diário Goiano
Foto: Polícia Civil / DEAM / Goianésia