Traficante de drogas de Goiânia é preso por tentativa de homicídio em Rubiataba

650
herolty
Herolty Oliveira Gomes

Policiais civis da Delegacia de Rubiataba cumpriram, no dia 18 de novembro, em Goiânia, mandado de prisão preventiva em nome de Herolty Oliveira Gomes. Ele responde a inquérito policial na Delegacia de Rubiataba por tentativa de homicídio qualificado, ou seja, por motivo fútil e mediante meio que torna impossível a defesa da vítima.

Segundo o delegado Gustavo Cabral, titular da Delegacia de Rubiataba, no mês de junho deste ano, Herolty efetuou um disparo de arma de fogo que deixou tetraplégica a vítima, um morador de Rubiataba. O crime teria ocorrido após uma briga de trânsito. De acordo com as investigações, Herolty “fechou” o carro da vítima, que estava acompanhada do filho de cinco anos.

Inconformado, o homem parou o seu veículo ao lado do carro do suspeito para “tirar satisfação”. Percebendo, porém, que Herolty estava exaltado, a vítima seguiu caminho, mas foi perseguida e novamente ultrapassada pelo suspeito, que desceu do carro querendo continuar a discussão. Ao dizer que chamaria a polícia, o morador de Rubiataba foi baleado.

Com base nas características do suspeito descritas pela vítima, a equipe de policiais civis da Delegacia de Rubiataba realizou árdua e profunda investigação a fim de identificar e localizar o suspeito Herolty, o qual, na data dos fatos, estava apenas de passagem pela cidade. O homem baleado reconheceu o autor do disparo ao ver uma fotografia do suspeito.

Os policiais civis, então, se dirigiram até Goiânia, a fim de obter informações sobre o suspeito. Com apoio dos agentes do 12ª Distrito Policial da capital, os policiais obtiveram informações de que Herolty seria um dos maiores traficantes da setor Jardim Balneário Meia Ponte, em Goiânia, contando com uma rede de tráfico naquele setor e em outros lugares da capital.

Verificando a gravidade da situação e a alta periculosidade do procurado, o delegado Gustavo e sua equipe solicitaram apoio do Grupo Tático da Polícia Civil (GT3) para efetuar a prisão do suspeito. Herolty resistiu à prisão, tentando esconder-se em sua residência, mas foi detido. Na casa, a polícia encontrou duas grandes pedras de crack, além de porções menores da droga e balança de precisão.

Herolty foi, então, autuado em flagrante por tráfico ilícito de entorpecentes no 1ª Distrito Policial e encaminhado à Casa de Prisão Provisória, em Aparecida de Goiânia. O Inquérito Policial de Rubiataba, onde Herolty foi indiciado por tentativa de homicídio qualificado, será, em breve, remetido ao fórum local.

Texto: Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
Foto: Polícia Civil / Rubiataba