Traficante resiste, mas é preso por Policiais Civis de Alvorada do Norte e do Genarc, de Posse

1628

Traficante Josafá Lavor ao lado da mãe e da irmã, também presas

Josafá Lavor dos Santos, o Josa, de 28 anos, foi preso por Policiais Civis, acusado de tráfico de drogas e associação para o tráfico. O traficante vinha sendo investigado pelos policiais há algumas semanas, até ser preso no último dia 6, após oferecer resistência no momento em que foi abordado. A operação que desencadeou na prisão de Josa contou com a participação dos Delegados de Polícia Jadiel Slbet Ribeiro, da Delegacia de Alvorada do Norte e Fernando Luiz Takemoto, Coordenador do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (Genarc), de Posse, e pelos policiais José Bezerra de Sales, Melquizedeque Martins e Marcos Henrique Rodrigues, da Delegacia de Alvorada do Norte.

Josafá Lavor foi preso ao sair da sua residência, situada a menos de 300 metros da Delegacia de Polícia de Alvorada do Norte. As investigações haviam apontado que o traficante poderia reagir à prisão, o que foi confirmado quando da abordagem feita pelos Policiais Civis. Armado com um revólver, ele chegou a apontar a arma para os policiais, mas acabou mudando de idéia ao perceber que não teria chances de reagir. Ele tentou fuga, após jogar a arma no chão, mas foi preso logo em seguida pelo policial civil José Bezerra, que conseguiu alcançá-lo durante a fuga. O traficante, porém, resistiu à prisão, entrando em luta corporal com o policial, mordeu no Delegado Luiz Takemoto e só entrou na viatura da Polícia Civil após muita resistência.

Em pdoer do preso, os policiais encontram grande quantidade de crack e cocaína, já embaladas para venda. Em seguida, os Policiais Civis se deslocaram rapidamente  para a residência de Josafá e lá foram encontradas mais drogas, sendo que no local também estava sua irmã, Leide Sílvia Lavor, de 31 anos, na posse de munição ponto 40, de uso restrito, e a mãe, Cícera Domingas de Lavor, de 50 anos. Toda operação c ontou com o respaldo da 13ª Delegacia Regional de Posse, à qual estão subordinados a Delegacia de Alvorada do Norte e o Genarc.

Traficante Josafá Lavor, o Josa

Questionada, a irmã do traficante  disse que a droga e as munições pertenciam a Josafá. No entanto, a mulher foi presa, uma vez que também era objeto de investigação pelos mesmos crimes do irmão,  além dos crimes de porte de arma de uso permitido, posse de munição de uso restrito e resistência. A mãe de Josafá também foi presa. Em seu depoimento, Josafá Lavor alegou ser apenas usuário de entorpecentes. Em relação à arma que portava, confirmou que estava na posse da mesma, uma vez que  “indo matar” uma pessoa denominada Silvanei, a qual o havia ameaçado de morte.

Texto: Delegado de Polícia Norton Luiz Ferreira – Assessor de Comunicação da Polícia Civil