Traficante suspeito de encomendar homicídios é apresentado na DIH

1294

dihO delegado Francisco Júnior, da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH), apresentou na manhã desta quarta-feira (15), a conclusão dos inquéritos que apuraram as mortes de Bruno Vinicius da Conceição (assassinado em outubro de 2015) e de Antônio Marcos Ferreira Barbosa (morto em novembro de 2015). Valter Esteves de Bessa Júnior foi preso no dia 6 de junho, apontado como mandante dos crimes.

Segundo o delegado Francisco, durante as investigações, ficou evidenciado que o indiciado é um dos chefes do tráfico de drogas no Setor Universitário e região e que, portanto, os homicídios teriam relação com a cobrança de dívidas da comercialização de entorpecentes. Valter Esteves, além de mandante dos homicídios, é o fornecedor de armas para a quadrilha.

 Na ocasião foi apreendida uma porção de maconha e certa quantidade em dinheiro, o que comprova a habitualidade do indiciado no crime de tráfico. Os executores dos homicídios, Lucas Ribeiro Bento, Jhonatas Ribeiro Dominici e Mateus Neves de Azevedo, que fazem parte da associação criminosa chefiada por Valter, já haviam sido detidos pelos policiais civis.