Traficantes são presos em Aruanã e Britânia em ações da Polícia Civil no combate ao crack

830

Policiais Civis de Aruanã prenderam em flagrante,  na última quinta-feira, dia 8, Charles Cardoso Trindade e Gustavo de Oliveira Farias por tráfico de drogas. Charles já estava sendo monitorado há vários dias através de escuta telefônica autorizada pela justiça, juntamente com Gustavo. Em uma das conversas de Charles com um fornecedor de drogas, o traficante adquiriu R$ 1.200,00 em crack.

A entrega da encomenda foi marcada em uma praça na cidade de Aruanã, não mencionada no diálogo. Desta forma, os policiais decidiram abordar o traficante quando este retornava para sua residência, já com o crack em seu poder. Com ele foi apreendida também uma motocicleta Honda Twister 250, usada no “tele entrega”, uma vez que Charles entregava a droga em domicílio à seus clientes.

Já na sexta-feira, dia 9, um dia após à prisão de Charles e Gustavo, o Delegado de Aruanã, Marcos Vinícius da Costa Júnior, que também responde pelo expediente da Subdelegacia de Polícia de Britânia, determinou que os Policiais Civis fossem até o lavajato de Carlos Roberto de Lima, naquele município, e averiguassem suspeitas de tráfico de drogas no local.  Não demorou muito para que os policiais tivessem a certeza de que o lavajato era mesmo um ponto de comércio de drogas pelo entra e sai de pessoas. Marcos Vinícius reuniu Policiais Civis de Aruanã e Britânia desencadear a operação. Um usuário que saía do lavajato foi abordado e, com ele, foram encontradas duas pedras de crack.

Os presos Gustavo de Oliveira, Charles Cardoso e Carlos Roberto de Lima

Ao tentar realizar a abordagem de Carlos Roberto, que no momento lavava um veículo, este percebeu a presença da Polícia Civil e escondeu um frasco de fio dental com 13 porções de crack, já embaladas para venda, dentro do escapamento do veículo. Além da droga, os policiais apreenderam com Carlos um revólver calibre 38 e a quantia de R$ 2.206,95.