Três pessoas presas pelo Genarc, de Goianésia, por tráfico

400

Na terça-feira, 08/11, Policiais Civis do Grupo Especial na Repressão a Narcóticos – Genarc, de Goianésia, prenderamem flagrante Raquel Pereira, de 21 anos, Lourival Pereira, 24 anos, e Alexsandro Ferreira, 27 anos. Com eles foram apreendidos quase800 gramasde crack, droga que foi avaliada em R$ 8.000,00 e estava escondida dentro de uma bolsa onde estavam roupas e objetos de uma criança de dois anos.

De acordo com as investigações feitas pela Polícia Civil a droga seria revendida para pequenos traficantes de Goianésia em um só dia. Raquel, que é irmã de Lourival, era desde ano passado a responsável por levar droga de Goiânia para Goianésia. Ele sempre fazia essas viagens em ônibus ou lotação.

A abordagem de Raquel ocorreu na GO-O8O quando ela desceu do ônibus com sua sobrinha de dois anos, filha de Lourival, que era usada para não causar nenhuma suspeita. Como Raquel estava com a criança os Policiais Civis resolveram não aguardar os acusados Lourival e Alex buscar Raquel, evitando uma possível reação e troca de tiros, já que os dois possuem o costume de andarem armados.

Alexsandro, o Sapo, já cumpriu pena em Goiânia pelos crimes de homicídio e roubo e há dois meses passou a cumprir pena no regime semiaberto no CIS de Goianésia, visto que foi preso e condenado por tráfico de drogas em 2008. Desde sua saída Alexsandro começou a comercializar drogas com Lourival e, em menos de um mês, já eram dois dos maiores traficantes de droga de Goianésia. Lourival já foi condenado por homicídio e em Julho deste ano foi preso acusado por tráfico de drogas porém, em Agosto, foi absolvido e desde então continuou comercializando drogas.

Os três foram autuados pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico de drogas, crimes previstos nos artigos 33 e 35 da Lei 11343/06 e já foram conduzidos ao CIS de Goianésia onde ficarão à disposição da Justiça local. Com essas prisões já são 51 pessoas autuadas por tráfico só este ano em Goianésia.