Polícia Civil: Três pessoas são presas pelo Genarc, de Anápolis, com 20 dinamites e drogas

508

Polícia Civil prende três com dinamite e drogas

Policiais Civis do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (Genarc) de Anápolis prenderam três pessoas suspeitas de tráfico de drogas na noite desta terça-feira (13/3). Além de meio quilo de maconha, 34 pedras de crack e uma porção de cocaína, os agentes também encontraram 20 bananas de dinamite, explosivo utilizado em roubos a bancos.

Jann Patryk Clemente Monte Ferreira de Almeida, 32 anos, Rafael Victor Rodrigues Machado, 21 anos, e Jéssica Ribeiro da Fonseca, 20 anos, foram presos em flagrante e devem ser autuados pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse irregular de explosivos. Os dois homens já tinham passagem pela polícia por tráfico de drogas e, se condenado,  podem ficar preso de  11 a 31 anos.

O grupo foi preso no Setor das Bandeiras,em Anápolis. Segundo delegado titular do Genarc, de Anápolis, Alex Vasconcellos, as investigações apontam que os explosivos seriam utilizados em roubo a banco na cidade de Crixás, distante328 quilômetrosde Goiânia. “Acreditamos que o dinheiro do tráfico era utilizado como meio para conseguir armas e explosivos para tentar os assaltos”, afirma o delegado. Segundo ele, a Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic) estuda a hipótese de os presos terem participado de outros crimes de explosão de caixas eletrônicos no Estado. O delegado acredita que apenas uma unidade do explosivo seria suficiente para explodir um terminal de autoatendimento.

Segundo Alex Vasconcellos, Rafael, a namorada Jéssica e Jann negaram que os explosivos seriam utilizados em explosões de caixas eletrônicos, mas confessaram o tráfico de drogas. “É um explosivo para ser utilizado em áreas subterrâneas. Os detidos disseram que conseguiram a dinamite em uma pedreira em Pirenópolis”, afirmou.

Fonte: Site A Redação
Texto: Larissa Lessa