Valparaíso: Presa mãe que consentia estupro de filha de 11 anos

367
R
R.C.S.

Os policiais civis Hélio Marreiros e João Arcanjo, coordenados pela delegada Ísis Leal, lotados na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) de Valparaíso, prenderam, no dia 18 de fevereiro, R.C.S, de 31 anos, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva pelo crime de estupro de vulnerável, na sua forma omissiva imprópria ou comissiva por omissão.

No mês de janeiro de 2016, os policiais civis já haviam prendido D.P.S., padrasto da vítima, investigado pelo estupro de sua enteada de 11 anos. A delegada Isis concluiu, ao término das investigações, que a mãe da criança era conivente com os estupros, pois permitia que seu companheiro e a vítima dormissem juntos na mesma cama, bem como ignorou os relatos de abuso relatados pela filha.

Ainda de acordo com a delegada, os estupros perduraram por três anos, com o consentimento da mãe, cessando apenas quando outros familiares passaram a exigir dela uma postura diferente. Na conclusão do inquérito, tanto o padrasto como a mãe da vítima foram indiciados pela delegada, que também representou pela prisão preventiva de ambos, a qual foi deferida pelo Poder Judiciário.