Vaqueiro suspeito de homicídio é preso por policiais civis disfarçados de romeiros

351
guapó
Mario Rodrigues, de camisa marrom

Um foragido suspeito de homicídio foi capturado nesta quinta-feira (30), na região rural entre as cidades de Guapó e Abadia de Goiás, por agentes da Polícia Civil de Goiás. Os policiais aproveitaram a grande peregrinação de fiéis a Trindade e se vestiram de romeiros para chegar ao suspeito.

O vaqueiro Mário Rodrigues de Jesus estava sobre um trator, arando a terra, quando foi abordado e preso pelos policiais. Segundo as investigações, Mário matou o estudante Vitor Gomes da Silva, de 20 anos, no dia 16 de janeiro, em Guapó, por conta de uma dívida de R$ 400 relacionada a compra de uma moto.

“Em nenhum momento ele negou o crime. Haviam testemunhas que confirmam a autoria”, conta o delegado responsável pelo caso, Arthur Fleury. No dia do crime, Mário foi de moto até a casa de Vitor cobrar a dívida, após desentendimento, ele atirou contra o jovem e fugiu. O irmão de Mário, Aldemar Rodrigues de Jesus, que dirigia a moto usada no crime, foi preso há dois meses.

“Depois que o Aldemar foi preso, o Mário continuou ligando para o pai da vítima exigindo o dinheiro, falando que se não pagasse ia acontecer com ele a mesma coisa que aconteceu com o filho dele”, revela o delegado. Mário e Aldemar seguem em prisão preventiva na Cadeia Pública de Guapó. O caso segue para a Justiça.