Vigilante é preso suspeito de assassinato no Gentil Meirelles

682

vigilanteA Polícia Civil prendeu o vigilante Bergman Alcântara, de 31 anos, suspeito de matar um jovem de 22 anos no Setor Gentil Meirelles, em Goiânia. Um vídeo mostra o momento do homicídio. Segundo a investigação, o crime aconteceu meses depois de a vítima, Jhonatan dos Santos, esfaquear o homem por acreditar que ele o tinha denunciado à polícia por tráfico de drogas. O vigilante nega o crime.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Paulo Ribeiro, o desentendimento entre os dois começou em 2012, quando Jhonatan foi preso pelo crime de tráfico de drogas e cumpriu seis meses de prisão. Após sair da cadeia, em agosto de 2013, o jovem tentou matar Bergman acreditando que ele tinha dado informações para a polícia.

Conforme a investigação, ficou comprovado que o vigilante não havia denunciado o rapaz para a polícia. Por isso, para o delegado, assim que Bergman se recuperou das agressões, ele decidiu se vingar do rapaz. Depois do assassinato, o vigilante se mudou para São Vicente,  no litoral de São Paulo, onde ficou escondido até ser detido pela polícia, no último dia 7 de dezembro.