Xadrez Merecido: Polícia Civil prende quatro suspeitos de homicídios em Goiânia

699

dih apresentação3A Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH) apresentou, na manhã desta quinta-feira (14), quatro suspeitos de homicídios, presos durante o curso da Operação Xadrez Merecido, que tem o objetivo de cumprir mandados de prisão em todo o Estado. Fernando Sousa Santos, de 40 anos de idade; Gabriel Ribeiro Vilas Boas, de 23 anos; Murilo Silva Malheiros e Rodrigo Sena Lopes foram presos por diferentes crimes, ocorridos de 2013 a 2017.

Segundo o delegado Carlos Caetano, o preso Fernando Sousa é suspeito da morte de Emanuel Diego Vieira Leite da Silva e Cunha, de 30 anos, ocorrida em 27 de julho do corrente ano, no Jardim Curitiba III, na capital. “Por uma briga banal, ocorrida no dia anterior, ele matou o desafeto com uma facada no peito”, contou.

Já Gabriel Ribeiro Vilas Boas é apontado como autor do homicídio do adolescente Pedro de Oliveira Neto, ocorrido em 18 de fevereiro de 2015, na Vila Redenção, também em Goiânia. O menor foi atingido por cinco disparos de arma de fogo, possivelmente por conta de briga por território do tráfico de drogas.

Murilo Malheiros, por sua vez, é suspeito de matar Samuel da Costa Lago, de 26 anos de idade, em um pit-dog no Parque das Flores, em 13 de novembro de 2013. De acordo com as investigações, Samuel era dono do estabelecimento. O crime teria sido motivado por um desacordo comercial. “Murilo devia dinheiro à vítima e, para não pagar, resolveu matar”, conta o delegado.

Rodrigo Sena Lopes, que já possuía passagens por receptação, roubos, tráfico de drogas e ameaça, foi preso desta vez por causa da morte do adolescente Clevison Raubert dos Santos Gomes, de 16 anos. O crime ocorreu em 2014, no Setor Finsocial, região noroeste de Goiânia. O rapaz foi morto porque estaria tendo um relacionamento com a ex-mulher do autor. Os quatro presos confessaram as práticas criminosas.