Operação Castelo prende cinco pessoas envolvidas em crimes de homicídio na região de Ceres

801
João Lucas Sales

A Polícia Civil, por meio das delegacias que integram a regional de Ceres (10ª DRP), desencadeou a Operação Castelo a fim de prender envolvidos em crimes de homicídio. No dia 18 de julho, foram presos temporariamente L. M. A., N. R. C. e T. H. O. R., todos investigados pela prática do homicídio de Igor Mendanha Mariano, ocorrido na noite do dia 9 do mesmo mês, na cidade de Morro Agudo. Também foi apreendido um menor, que encontra-se sob medida de internação. Além dos quatro citados, a Polícia também identificou um quinto indivíduo, João Lucas de Sousa Sales, que seria o executor dos disparos.

De acordo com as investigações, a vítima era amigo de um suspeito de tráfico de drogas, identificado como D. L. B., da cidade de Rubiataba. Juntos, eles foram até Morro Agudo receber uma dívida de drogas de João Lucas. No local, os autores armaram uma emboscada e executaram Igor, uma vez que a vítima foi ao ponto de encontro atraído pelos executores no lugar de D. L. B.

Após as prisões, os suspeitos relataram que Igor foi executado por João Lucas de Sousa Sales, que estava foragido, apenas para mostrar ao traficante de Rubiataba que “tinham coragem” e não aceitavam ameaças. João Lucas acabou preso no dia 31 de julho, em Morro Agudo, também em virtude de mandado de prisão temporária. Ao ser interrogado, confessou ter efetuado os disparos que ceifaram a vida de Igor. Todos os envolvidos foram recolhidos na unidade prisional à disposição do Poder Judiciário.

Delegado responsável: Matheus Costa Melo.