Operação Vendicta: três investigados por roubo de cargas são presos em operação conjunta da PCGO e PCBA

216

Numa parceria entre as polícias civis de Goiás e da Bahia, três integrantes de uma perigosa quadrilha de roubo de carga foram presos. A operação foi realizada simultaneamente em Luziânia e em Seabra (BA). Um dos alvos ainda está foragido.

Com as diligências em andamento, os policiais civis de Goiás notaram que dois integrantes da quadrilha deslocaram-se para a cidade baiana de Seabra. Ainda durante as investigações, o Grupo de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Gepatri) de Luziânia reuniu informações sobre a possibilidade de resgate de um comparsa preso na cidade.

 

Oportunamente, o Gepatri passou a compartilhar informações com a Coordenação Banco/Sequestro do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) e a 13ª COORPIN/SEABRA, descobrindo a qualificação do preso que supostamente seria resgatado. Ele é parente de outros dois investigados com mandados de prisão expedidos.

Dois dos investigados foram presos pelas equipes de policiais civis da Bahia, enquanto um outro foi preso pelos policiais civis do Gepatri.

Após as prisões, as equipes do Gepatri e da 1ª Delegacia Distrital de Polícia (DDP) de Luziânia deslocaram-se a Seabra, recambiando dois dos presos. O outro foi recambiado para Salvador, pois era evadido da Justiça baiana, onde já possui sentença condenatória. O quarto investigado segue foragido. A quadrilha possui ramificações em outros estados, atuando na Bahia, Goiás e em Minas Gerais, onde já são procurados.