Acusado de latrocínio em Anápolis é preso no MS

684
genildo
Genildo Brito da Silva

Após intenso trabalho de investigação, policiais civis lotados no Grupo de investigação de Homicídios (GIH) de Anápolis localizaram Genildo Brito da Silva, acusado de ter participado de um latrocínio, em julho de 2014, na cidade de Anápolis. O crime aconteceu na Vila São Vicente, bairro conhecido como “Igrejinha”.

De acordo com as investigações, os autores foram até a casa da vítima, João Batista da Silva, onde o mataram para roubar R$ 20 e um aparelho celular. Um dos autores, o jovem Carlos Roberto da Silva, já havia sido localizado e preso na cidade de Morrinhos, em junho deste ano.

Genildo, por sua vez, foi localizado em Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul. Com o apoio dos policiais civis daquele estado, o investigado foi preso e posteriormente recambiado para a cidade de Anápolis, sendo escoltado por policiais do Grupo de Capturas de Anápolis. Segundo o Delegado Vander Coelho, responsável pela investigação, Genildo confessou sua participação no crime.