Adolescente infrator é autuado após furto de celular, em Luziânia

252

A Polícia Civil de Goiás, por meio do Grupo Especial de Repressão a Crimes Patrimoniais (Gepatri) de Luziânia, efetuou, nesta terça-feira (14), a apreensão em flagrante de um adolescente por estar praticando extorsão contra uma vítima que teve seu aparelho celular furtado.

Conforme registro de ocorrência, no dia 04 de dezembro de 2021, a vítima teria sentido falta de seu aparelho celular logo após ter deixado o colégio, ficou bastante preocupada porque utiliza um chip que havia muitos contatos e, no aparelho celular, havia informações de clientes do seu trabalho.

No mesmo dia, à noite, foi realizado contato pelo suposto autor do furto, o qual começou a proferir ameaças e exigências para devolução do aparelho celular.

Desde então, policiais civis iniciaram investigações e conseguiram localizar o suspeito, que se tratava de um adolescente infrator. Ele afirmou que havia se desfeito do aparelho celular há pouco tempo, mas acabou deixando o chip da vítima em seu celular.

Já na delegacia, na presença do responsável legal, ele inventou histórias, entrando sempre em contradição.

O adolescente infrator, então, foi autuado por ato infracional análogo ao crime de extorsão e pela receptação, pois ameaçou não devolver o celular, publicar imagens da vítima e dados de clientes, caso a vítima não depositasse o dinheiro para resgatar o aparelho.