Águas Lindas: Homem é preso por aplicar golpe em venda de imóvel

471

mario lucioPoliciais civis integrantes do GEIC e GIH de Águas Lindas de Goiás, sob a coordenação do delegado regional Fernando Augusto, efetuaram, no dia 31 de março, a prisão em flagrante delito de Mário Lúcio Lopes da Costa, em razão dos crimes de estelionato, falsificação de documentos público e associação criminosa. Mário Lúcio confessou o crime, detalhando de forma pormenorizada todas as circunstâncias, além de apontar os demais autores.

De acordo com as investigações, o grupo, que vinha sendo investigado há cerca de dois meses, havia transferido, mediante a utilização de documentos falsos, um imóvel avaliado em R$ 300 mil, pertencente a um delegado da Polícia Federal aposentado, e estavam vendendo para outras vítimas. Na negociação, no entanto, os autores ofereciam o imóvel pela metade do preço, ou seja, R$ 150 mil.

À polícia, Mário Lúcio afirmou que uma das estelionatárias encontra-se presa na cidade de Paracatu, Minas Gerais, em virtude do cometimento do crime de estelionato, além de apontar para uma suposta participação de um advogado do Distrito Federal. Em diligências realizadas na casa de Mário Lúcio, no Distrito Federal, foram localizados cinco documentos de identidade falsos.