Banco do Brasil elogia trabalho da Polícia Civil

249
bb
Vídeo gravou momento da prisão

O Banco do Brasil enviou ofício à Polícia Civil goiana para agradecer pelo trabalho da instituição, referente à prisão de Silvando dos Santos Oliveira. O funcionário público é suspeito de falsificar documentos e aplicar golpes em bancos e comércios de Goiânia. De acordo com as investigações, o golpista agia desde 2003 e pode ter causado um prejuízo de mais de R$ 1 milhão.

De acordo com o delegado Izaías Pinheiro, responsável pelo caso, o suspeito escaneava certidões de nascimentos de cidades do interior do Brasil, imprimia com boa qualidade e ia até agências do Vapt Vupt para fazer carteiras de identidade com nomes falsos. O golpe foi descoberto após o suspeito ir a uma agência bancária onde já tinha feito um empréstimo antes e apresentar uma segunda identidade para abrir uma nova conta. Uma funcionária o reconheceu e acionou a polícia.

Na carta de agradecimento, o banco agradece o apoio recebido pelos policiais civis, pertencentes ao quadro do 1º DP, cujo engajamento culminou com a prisão do suspeito.