Casal suspeito de tráfico é preso pelo Gepatri de Itumbiara

329

gepatri2Policiais do Grupo Especial de Repressão aos Crimes Contra o Patrimônio (Gepatri) de Itumbiara prenderam, no dia 23 de novembro, Wellington e sua esposa Daiane Pereira Santos, de 23 anos, após troca de tiros. O suspeito, que tinha mandado de prisão em aberto, foi abordado no Bairro Maria Luiza Machado, e reagiu com disparos contra os policiais.

Durante a fuga, após ser atingido, este dispensou na mata a arma que efetuou os disparos, um revólver calibre 38. Wellington foi capturado após acionar o SAMU para receber atendimento médico e foi, posteriormente, transferido, sob escolta da Polícia Civil, para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), onde foi submetido a cirurgia no pescoço.

Na residência do casal, foram encontradas uma pistola calibre 380; 20 munições do mesmo calibre, porções de cocaína embaladas para venda, porções de maconha, plantações de mudas de maconha em vasos, insumos para produção de drogas, dinheiro, rádio comunicador. Daiane foi autuada por tráfico e associação para o tráfico, crimes pelos qual é reincidente, e recolhida no Presídio de Sarandi.

Um terceiro indivíduo fugiu para as matas da região, tendo o cerco durado horas, com apoio da equipe do Genarc e da Regional da Polícia Civil, bem como da Polícia Militar de Itumbiara, com viaturas de área e do GPT.