Casal utilizando documentação falsa é preso em cartório de Jaraguá

381

Adenízio Gomes e Rosilene Conceição usavam documentos frios para tentar repassar procuração para outra pessoa, dando plenos poderes sobre propriedade rural

casal jaraguaO casal Adenízio Gomes de Castro, de 50 anos de idade, e Rosilene Conceição dos Santos, de 41, foi preso nesta quinta-feira (3) em cartório da cidade de Jaraguá, ao utilizar documentação falsa para tentar aplicar um golpe e falsificar uma procuração. De acordo com a Polícia Civil, o próprio cartório comunicou o crime, ao suspeitar da atitude dos envolvidos.

Acionados, os policiais civis se deslocaram até o local e encontraram o casal, que se identificou como João Pedro Cantares e Malaca José Cantares. Desconfiados, os policiais passaram a fazer vários questionamentos ao suspeitos e descobriram que ambos utilizavam falsos documentos de identificação.

De acordo com as investigações, o casal estava no cartório para passar uma procuração falsa a um terceiro, dando totais poderes, incluindo compra e venda, sobre uma propriedade rural de mais de 400 alqueires, localizada na cidade de Cavalcante. A Certidão Negativa do Imóvel Rural também é falsa. À polícia, o casal informou que receberia mil reais, cada um, para praticar o golpe.

Adenízio possui uma passagem policial pelo crime de tráfico de drogas (artigo 33 da Lei de Drogas) na região de Brasília-DF. Ambos foram conduzidos para a Delegacia de Polícia e foram autuados em flagrante pelo crime de uso de documento falso.