Clínica de reabilitação é interditada, em Goianápolis

85

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia de Goianápolis e com apoio da Secretaria de Saúde de Goianápolis e da Polícia Militar, realizou, nesta quarta-feira (20), a operação Resgate, visando coibir e verificar a legalidade do funcionamento de uma clínica de recuperação de dependentes químicos.

No local, verificaram-se diversas irregularidades: péssimas condições sanitárias, ausência de alojamento individual para os internos e ausência de alvará, entre outras.

A autoridade policial também verificou no local a prática do crime de cárcere privado, haja vista a declaração de quatro internos relatando permanecer no local contra a sua vontade.

Diante dos fatos, foi realizada a prisão em flagrante do técnico em enfermagem que estava responsável pelos internos no dia, pelo crime de cárcere privado e desobediência. A clínica foi interditada e os internos foram entregues aos seus familiares.