Deam de Goianésia prende acusado de estuprar duas deficientes mentais

327
preso
M. teria se aproveitado da fragilidade das vítimas

Agentes da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Goianésia prenderam, no dia 19 de dezembro, M.M.L, de 25 anos, acusado de estuprar duas mulheres, de 20 e 22 anos, que apresentam deficiência mental. A mãe de uma das vítimas, após descobrir o crime, procurou a polícia.

As investigações, iniciadas imediatamente após a denúncia, constataram que as vítimas apresentam deficiência mental e que o rapaz se aproveitou da vulnerabilidade delas para cometer os delitos. Diante da gravidade do caso, a delegada Poliana Bergamo, representou pela prisão preventiva do acusado.

O inquérito policial será concluído em 10 dias. O acusado responderá pelo crime de estupro de vulnerável, pois as vítimas não possuem o necessário discernimento para a prática do ato. Se condenado, M. poderá pegar de oito a 15 anos de prisão pelo crime.