DENARC prende membro de quadrilha desarticulada pela PF

724
jose adriano
José Adriano Sena

A Divisão de Capturas da Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (DENARC), através do agentes de polícia Venerando Júnior e Luciano Siqueira, coordenados pelo delegado Alécio Moreira de Souza Júnior, cumpriu em Goiânia, no dia 13 de maio, mandado de prisão expedido pelo Juízo da Vara Criminal de Hidrolândia, em desfavor de José Adriano Sena, de 41 anos.

O mandado de prisão em questão foi expedido em decorrência de Carta Precatória, oriunda da 4ª Vara de Execuções Penais de Palmas/TO. José Adriano foi condenado a nove anos de reclusão e 1.350 dias-multa, por associação para o tráfico interestadual e transnacional. A informação sobre as condenações foi divulgada pela Justiça Federal. De acordo com a sentença, dada pelo juiz Federal Marcelo Albernaz, da 1ª Vara Federal, o condenado cumprirá a pena em regime inicialmente fechado.

No dia da operação, denominada “Cinco Estrelas”, em 2011, a Polícia Federal prendeu 13 pessoas, sete delas no Tocantins, cinco em Goiás e uma em Rondônia. Além das prisões, apreendeu cinco veículos no Estado; 13 automóveis, R$ 27.750 e jóias em Goiás; outro veículo e uma retroescavadeira em Rondônia; e uma aeronave no Mato Grosso do Sul.

De acordo com as investigações, o grupo que atuava no Tocantins adquiria essa droga principalmente em Rondônia e Goiás. Os traficantes desses estados importavam a droga da Bolívia, tanto por via terrestre como por via aérea. A prisão de José Adriano, que encontra-se recolhido na carceragem da Delegacia Estadual de Capturas (DECAP), foi comunicada à Vara de Precatórias de Goiânia.