Em Luziânia, Gepatri prende suspeito de roubo circunstanciado

312

Henrique Lima SilvaPoliciais civis lotados no Grupo Especial de Repressão a Crimes Patrimoniais (Gepatri) de Luziânia, coordenados pelo delegado Daniel Marcelino, deflagraram, no dia 2 de junho, a primeira etapa da operação “Blindagem”, com o objetivo de combater crimes contra o patrimônio, especialmente os perpetrados em Luziânia. Na ocasião, foi preso Henrique Lima Silva, em cumprimento a um mandado de prisão temporária pelo crime de roubo circunstanciado.

O crime aconteceu no dia 7 de maio do corrente ano, numa residência, em Luziânia. Henrique, juntamente com outro comparsa, rendeu quatro pessoas que estavam em frente à residência. Em seguida, eles trancaram três vítimas dentro da casa e, mediante grave ameaça, com emprego de arma de fogo, subtraíram um veículo HB 20, além de dinheiro e celulares.

Henrique e seu comparsa fugiram e levaram o veículo e uma das vítimas como refém. Ao chegarem numa área rural, na Cidade Ocidental, os perpetradores tentaram amarrar a vítima (um senhor de idade), porém, não lograram êxito e resolveram abandoná-la no local.

Os policiais do Gepatri já identificaram os dois autores do crime, os quais foram reconhecidos pelas vítimas. O segundo autor, de nome Gustavo Antônio, já se encontra preso por conta da prática de outro crime de roubo, sendo que agora também responderá por este crime investigado pela Polícia Civil.