Equipe da Deam de Goianésia prende condenado por estupro

315
R.M.B.
R.M.B.

Policiais civis da Deam (Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher) de Goianésia prenderam na quarta-feira (04/05) R.M.B., de 29 anos, condenado a 6 anos de prisão pelo crime de estupro.

De acordo com a delegada Poliana Bergamo, a companheira de R.M.B. procurou a delegacia após ser agredida com um soco no olho e arrastada pelo asfalto. Na ocasião, o acusado conseguiu fugir e não foi preso em flagrante. No entanto, os investigadores constataram que havia um mandado de prisão contra ele e, após diligências, conseguiram prendê-lo.

Poliana parabenizou os agentes pela rápida e eficiente investigação e explicou: “O médico que prestou o atendimento no dia da agressão, atestou no relatório um possível descolamento da retina. A vítima foi encaminhada para exame pericial. Se constatada a debilidade permanente da função visual, o agressor responderá também pelo crime de lesão corporal grave, que prevê uma pena de dois a oito anos de prisão”.