Estelionato é preso em Goianésia por crimes em Jaraguá

556

jaraguáA Polícia Civil de Jaraguá, com o apoio da Polícia Civil de Goianésia, cumpriu, no dia 23 de fevereiro, mandado de prisão preventiva em desfavor de Guilherme Augusto de Camargo, na cidade de Goianésia. Guilherme já morou na cidade de Jaraguá e responde a quatro inquéritos policiais pelo crime de estelionato naquele município.

De acordo com a Polícia Civil, Guilherme agia sempre da mesma forma, ou seja, procurava pessoas que estavam vendendo algo pela internet e quando fechava o negócio, repassava um cheque já preenchido em nome de terceiro e sempre com o valor maior do que o preço acordado. Ele ainda afirmava para a vítima que quando o cheque fosse compensado, buscaria a diferença.

Quando a vítima apresentava o cheque ao Banco, ele era devolvido sem provisão de fundos, alguns, inclusive, eram devolvidos por terem sidos furtados/roubados/extraviados. O prejuízo causado a uma única vítima é de quase R$ 15 mil.