GENARC de Catalão realiza prisões nas imediações da linha férrea

295
trilhos catalão
Carlim e Chacal

Policiais civis do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (GENARC) de Catalão efetuaram, no dia 23 de março, a prisão de Carlos Magno Rodrigues de Freitas, conhecido como “Carlim”, que havia acabado de vender crack a um usuário, nas imediações do morrinho de Santo Antônio. Na mesma semana, em 27 de março, foi efetuada a prisão de Wellington Gonçalves Castro, vulgo “Chacal”, quando este também efetuava comércio de entorpecentes nas proximidades dos trilhos.

Segundo o delegado Fernando Souza Maciel, coordenador do GENARC, Chacal é conhecido traficante de Catalão e vinha sendo alvo de diversas denúncias anônimas. As investigações apontaram que as margens da linha férrea têm se tornado ponto de intensa aglomeração de usuários de drogas, o que faz com que os traficantes das proximidades aproveitem da situação para fortalecer a venda de entorpecentes no local.