GEPATRI de Itumbiara captura suspeitos de roubo a comércio

364
camera
Ação foi filmada por câmeras de segurança

Policiais civis do Grupo Especial de Repressão a Crimes Patrimoniais (GEPATRI) de Itumbiara, coordenados pelo delegado Lucas Finholdt, deram cumprimento, no dia 26 de junho de 2015, a um mandado de prisão preventiva em desfavor de João Paulo Rosário Santos Silva, de 20 anos, e uma internação provisória de menor infrator por crime de roubo ocorrido na cidade de Cachoeira Dourada. A ação teve o apoio investigativo e operacional da Polícia Civil de São Paulo, de Minas Gerais e de outras delegacias de Goiás.

De acordo com o delegado, o crime aconteceu no dia 5 de junho, em um estabelecimento comercial de Cachoeira Dourada. Naquela ocasião, João Paulo e um menor de idade praticaram roubo duplamente qualificado. Vários objetos, além de dinheiro, foram subtraídos das vítimas. Após diligências iniciais, a Polícia Civil de Quirinópolis, representada pelos delegados Tommaso Leonardi e Rafael Gonçalves do Carmo, identificou os autores do delito.

O grupo especializado representou, então, pela prisão preventiva de João Paulo e pela apreensão do menor de idade, além de mandados de busca e apreensão nos Estados de Goiás e Minas Gerais, medidas cautelares que foram prontamente deferidas pelo Poder Judiciário de Cachoeira Dourada.

João Paulo foi em Miguelópolis, Estado de São Paulo, pela Polícia Civil de São Paulo. O menor de idade foi apreendido na cidade de Santa Helena de Goiás, com apoio operacional da Polícia Civil local. O adolescente encontra-se apreendido provisoriamente em Caldas Novas. Já João Paulo encontra-se preso na unidade prisional de Franca/SP, onde aguarda transferência para Goiás.