GEPATRI de Itumbiara e PM de Cachoeira Dourada prendem acusado de roubo a comércio

365
wugney
Wugney Heetely Pereira

Policiais civis do Grupo Especial de Repressão a Crimes Patrimoniais (GEPATRI) de Itumbiara, coordenados pelo delegado Lucas Finholdt, juntamente com policiais militares de Cachoeira Dourada, comandados pelo sargento Belair Rocha, cumpriram, no dia 14 de setembro de 2015, mandado de prisão preventiva em desfavor de Wugney Heetely Pereira Marques, de 22 anos, em razão da prática de roubo qualificado ocorrido em Cachoeira Dourada.

De acordo com as investigações, o crime ocorreu no dia 22 de agosto de 2015, em estabelecimento comercial na Vila Operária, naquele município. Após denúncias recebidas pela Polícia Militar, esta repassou as informações para o grupo especializado da Polícia Civil, que representou pela prisão preventiva do investigado, prontamente decretada pelo Poder Judiciário de Cachoeira Dourada, após manifestação favorável do Ministério Público.

Em interrogatório policial, o investigado nega que tenha cometido o roubo. A investigação continua para a identificação e prisão dos demais coautores. O investigado foi recolhido ao Presidio Regional deS arandi após o cumprimento do decreto preventivo. A pena de roubo qualificado por concurso de pessoas e emprego de arma de fogo pode chegar a 15 anos de reclusão.