GEPATRI de Itumbiara prende mais duas receptadoras de objetos roubados

347
receptadorasPoliciais civis do Grupo Especial de Repressão a Crimes Patrimoniais (GEPATRI), coordenados pelo delegado Lucas Finholdt, prenderam, em apenas uma semana, três mulheres acusadas de adquirirem objetos produtos de roubo, por preços abaixo da média. A primeira receptadora foi presa no dia 15 de setembro, portando um aparelho celular roubado no dia 25 de julho.
No dia seguinte, os policiais do GEPATRI prenderam em flagrante Dalva Maria Pereira Rodrigues, de 40 anos, também por receptação de celular roubado. O roubo aconteceu no dia 15 de abril de 2015, em desfavor de uma vítima de 42 anos de idade, no Setor Alto da Boa Vista, em Itumbiara. Em interrogatório policial, ela confessou que teria adquirido o objeto por valor abaixo do mercado, negando saber qualquer informação sobre o roubo em questão.
A terceira suspeita de receptação foi presa no dia 18 de setembro. Maria Aparecida dos Santos, de 36 anos de idade, também foi flagrada com um aparelho celular roubado no dia 5 de julho. O aparelho foi levado de um jovem de 15 anos, agredido durante a ação dos ladrões. À polícia, Maria Aparecida afirmou ter adquirido o objeto sem, no entanto, saber que o mesmo era produto de crime.