GEPATRI de Itumbiara prende suspeito de envolvimento em homicídio

760
patatá
Divino Hanns Miller, o Patatá

Policiais civis do Grupo Especial de Repressão a Crimes Patrimoniais (GEPATRI) de Itumbiara, coordenados pelo delegado Lucas Finholdt, cumpriram mandado de prisão preventiva em desfavor de Divino Hanns Miller Silva, de 18 anos de idade, vulgo “Patatá”, em razão de envolvimento em homicídio ocorrido no mês passado.

Divino “Patatá” teria participado do homicídio de Rodrigo Alves Dias, de 20 anos, ocorrido no dia 30 de março de 2015, no Bairro Nova Veneza, em Itumbiara. Na ocasião, o GEPATRI prendeu em flagrante delito Yago Rodrigues Siqueira, de 19 anos, e apreendeu um menor de idade.

Mais três suspeitos no envolvimento no crime estão foragidos, com a prisão preventiva decretada. São eles: José Walisson de Oliveira, vulgo “Patati”, de 22 anos; Ana Paula Maria da Conceição, de 20 anos; e Jéssica Hully da Silva Melo, de 20 anos.

A dupla Patati e Patatá é investigada também por envolvimento em outros homicídios e roubos ocorridos no ano de 2015 em Itumbiara. Divino Hanns Miller será indiciado pela coautoria no homicídio qualificado por emboscada e motivo fútil, com pena em abstrato de 12 (doze) a 30 (trinta) anos.