GEPATRI de Rio Verde desarticula quadrilha de falsificação de documentos

412

brasao13Preso grupo que aplicava golpe de financiamento – Policiais civis do Grupo Especial de Repressão a Crimes Patrimoniais (GEPATRI) de Rio Verde, coordenados pelo delegado Danillo Proto, deflagaram, no dia 21 de julho, a Operação “Financiar”, com o objetivo de desarticular uma quadrilha especializada em falsificar documentos para financiamentos.

Segundo Proto, a quadrilha já teria lucrado aproximadamente R$ 2 milhões. Até o momento, sete pessoas foram presas, em cumprimento de mandados nas cidades de Rio Verde, Jataí, Santa Helena de Goias, Caldas Novas e Campo Grande/MS.

Para o delegado, o que chama a atenção na apuração dos fatos, além do prejuízo causado às vítimas, era o padrão de vida que os suspeitos ostentavam, sobretudo os líderes do grupo, Rogger, Willian Roberto e Rhone.