Gepatri Itumbiara prende autores do único latrocínio em 2017

848

Policiais civis do Grupo Especial de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio  (GEPATRI) prenderam sábado (23), em cumprimento a mandados de prisão preventiva, Jander Gonçalves de Oliveira (22 anos) e Weverson dos Santos Martins (27 anos), pelo delito de latrocínio consumado (roubo seguido de morte), que teriam cometido contra um homem de 45 anos de idade.

O crime aconteceu na madrugada do dia 26 de novembro de 2017, no Bairro Zenon Borges, em Itumbiara. Na ocasião, os investigados estavam ingerindo bebidas alcoólicas na residência da vítima, oportunidade em que resolveram matá-la para subtrair o salário que ela havia recebido dois dias antes. Depois de um suposto desentendimento entre vítima e investigados, a vítima sofreu golpes de faca, resultando em morte.

Após mais de vinte dias de investigação e diversas diligências e testemunhas ouvidas, a equipe do Gepatri chegou à autoria do delito e representou pela prisão preventiva dos investigados, prontamente concedida pelo Juiz de Direito Roberto Neiva, possibilitando a captura dos investigados.

Com a captura e condução dos investigados à sede do Gepatri, ambos confessaram a participação no delito, embora divergentes os depoimentos. Weverson e Jander foram recolhidos no Presídio Regional de Sarandi e responderão pelo crime de latrocínio consumado, com pena de 20 a 30 anos de reclusão. Os dois  já possuíam passagens policiais.

O Latrocínio é um dos crimes mais graves e com penas mais altas de nosso ordenamento jurídico, sendo o único caso ocorrido na cidade de Itumbiara em 2017.