GIH de Águas Lindas soluciona crime de homicídio

471
eduardo jacó
Everaldo Ribeiro Cardoso

O Grupo de Investigações de Homicídios (GIH) de Águas Lindas de Goiás conseguiu identificar e prender dois acusados por dois homicídios dolosos bárbaros, um consumado e outro tentado, ocorridos naquele município, em 1º de fevereiro de 2015. O crime, que vitimou Eduarda Fernanda Alves da Silva e Larissa Rayane Gonçalves de Almeida, causou repercussão na cidade.

Segundo o delegado Cléber Júnio Martins, que coordenou as investigações, depois de minuciosos levantamentos, a polícia conseguiu chegar aos autores Everaldo Ribeiro Cardoso, vulgo “Jacó”, e Tiago Alves de Brito, representando à Justiça mandados de prisão, cumpridos, respectivamente, em 30 de março e 20 de junho do corrente ano.

Larissa, que sobreviveu ao crime, contou em depoimento que, no dia do crime, os investigados invadiram a casa onde ela morava, na companhia da vítima Eduarda. Segundo relato, Everaldo portava uma arma de fogo longa e Thiago, uma faca.

De forma abrupta, Everaldo teria efetuado um disparo a curta distância contra a cabeça de Eduarda. No mesmo instante, Tiago passou a agredir Larissa com golpes de faca. A vítima só sobreviveu porque conseguiu gritar por ajuda, forçando a fuga dos autores.