GIH de Anápolis prende autor de homicídio qualificado

674
marcos antônio
Marcos Antônio Christino

Policiais civis do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Anápolis prenderam Marcos Antônio Christino, conhecido pela alcunha de “Paulista”. Ele é suspeito de ter matado, em Anápolis, com a ajuda de um comparsa, em junho de 2014, Alessandro da Conceição Santos. Na mesma ocasião, Paulista, que responde a processo por homicídio em São Paulo, tentou matar Waliston Moreira dos Santos.

De acordo com as investigações, coordenadas pelo delegado Vander Coelho, o crime foi motivado pela disputa por pontos de tráfico de drogas. Paulista teria chegado de São Paulo em 2014, vindo de Santos, e começou a invadir o território até então dominado pelas vítimas.

No dia do crime, 21 de junho de 2014, Paulista, acompanhado de Renato Pereira, ainda foragido, chegou aum bar onde as vítimas estavam e efetuou vários disparos. Os dois feridos foram socorridos, mas apenas Waliston sobreviveu. Marcos Antônio foi localizado em Niquelândia, onde deu-se o cumprimento do mandado de prisão temporária.