GIH de Anápolis retira mais um homicida das ruas

481
wagnei
Wagnei Ferreira da Silva

Policiais civis lotados no Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Anápolis cumpriram, no dia 15 de outubro, Mandado de Prisão Temporária em desfavor de Wagnei Ferreira da Silva, autor de um homicídio e uma tentativa de homicídio.

Os crimes aconteceram em setembro passado, no Jardim Esperança. Na ocasião, Nailson Santos da Silva foi morto após receber um golpe de faca e Luiz da Glória dos Santos foi a vítima de tentativa de homicídio.

Wagnei foi interrogado e confessou a autoria dos delitos. Ele esclareceu ter praticado o crime após se envolver em uma briga com as vítimas por conta de uma mulher. Segundo o Delegado Vander Coelho, responsável pela investigação, o inquérito policial será concluído nos próximos 30 dias.