Grupo é preso por homicídio e tráfico na região de Cumari

643

operação queima de arquivoA Polícia Civil de Cumari realizou, no dia 10 de março,  a Operação Queima de Arquivo, que investigou crimes de homicídio e tráfico de drogas. Segundo o delegado regional Jean Carlos, as investigações começaram após o assassinato de Gabriel Felipe Neves da Silva, que teve o corpo semi-carbonizado, em dezembro de 2016. Além de elucidar a autoria do homicídio, as diligências apontaram para uma organização criminosa que traficava drogas na região, contando com a atuação de adultos e adolescentes.

Conforme ficou comprovado no inquérito policial, a vítima foi assassinada por causa de uma dívida de drogas e ameaças recíprocas entre os suspeitos e um investigado que já estava preso na cadeia de Cumari respondendo a processo por outro homicídio. Com o material recolhido, o Poder Judiciário deferiu a prisão temporária de João Batista dos Santos, Fernando Henrique de Melo, Victor José Alves Rodrigues, Danilo Correia Martins, Gilcélia Campos de Aquino e Marcos Paulo Fleury Moreira, e a internação provisória dos adolescentes G.R.O., e C.C.F..

Na residência do primeiro adolescente, foram apreendidos 320 gramas de crack, 500 gramas de maconha, R$ 139 em dinheiro, nove celulares de origem duvidosa e duas munições intactas. Com o segundo menor, foram apreendidos 215 gramas de maconha. O investigado Marcos Paulo foi ainda autuado em TCO, vez que apreendido com ele cerca de 5 gramas de maconha. Durante as diligências, foi ainda recuperado o aparelho celular da vítima do homicídio.